Constitucionalismo, Estado de direito e a invisibilidade social que "teima" em continuar

Jose Luiz Bolzan de Morais, Nelson Camatta Moreira

Resumo


O presente artigo conecta o Direito Constitucional à Literatura pela via do debate entre as questões apresentadas nas obras de Ralph Ellison e Lima Barreto, que tratam de preconceito, discriminação e invisibilidade social. Com este pano de fundo pretende-se problematizar e se discutir as insuficiências de um modelo de Estado de Direito (Democático). Para tanto, num primeiro momento, aborda-se a obra de Ellison; em seguinda, a de Lima Barreto; para, finalmente, se inserir um debate que apresenta a necessidade do enfrentamento de problemas como a herança escravocrata e o difícil processo de afirmação de um modelo de Estado efetivamente garantidor de direitos fundamentais no Brasil.


Palavras-chave


Direito e Literatura. Ralph Elison. Lima Barreto. Estado de direito. Invisibilidade social.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Estado de exceção. São Paulo: Boitempo. 2004.

AVELÃS NUNES, António José. O Estado capitalista e suas máscaras. 3. ed. Lisboa: Ed. Avante. 2013.

AZEVEDO, Luiz Maurício. Ralph Elisson: a causa e o efeito. https://revistacult.uol.com.br/home/ralph-ellison-a-causa-e-o-efeito/. Publicado em 16/04/2019. Acesso em 20 de novembro de 2019.

BARBOSA, Francisco de Assis. A vida de Lima Barreto. 9. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2003.

BARRETO, Lima. Recordações do escrivão Isaías Caminha. 2. ed. São Paulo: Penguin Classics Companhia das Letras, 2010.

BERCOVICI, Gilberto; MASSONETO, Luís Fernando. A Constituição Dirigente Invertida: A Blindagem da Constituição Financeira e a Agonia da Constituição Econômica. In Boletim de Ciências Econômicas da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Coimbra (Portugal), vol. XLIX, 2006.

BOLZAN DE MORAIS, Jose Luis. O Estado e Constituição e o fim da geografia. In: STRECK, Lenio Luiz; ROCHA, Leonel Severo; ENGELMANN, Wilson. Constituição, Sistemas Sociais e Hermenêutica. Anuário do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNISINOS. Porto Alegre: Livraria do Advogado. 2015. p. 69-82

BONAVIDES, Paulo. Do país constitucional ao país neocolonial. São Paulo: Malheiros. 2001.

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Traduzido por Fernando Tomaz. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

BOURDIEU, Pierre. Distinção: crítica social do julgamento. Traduzido por Daniela Kern; Guilherme J. F. Teixeira. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2007.

ELLISON, Ralph. Homem invisível. Trad. Márcia Serra. São Paulo: Marco zero, 1990.

FERRAJOLI, Luigi. Poteri Selvaggi. La crisi dela democrazia italiana. Roma-Bari: Laterza. 2011.

FRYDMAN, Benoit. O Fim do Estado de Direito. Governar por standards e indicadores. 2ª ed. Coleção Estado e Constituição. Nº 17. Porto Alegre: Livraria do Advogado. 2018.

MOREIRA, Nelson Camatta; De Paula, Rodrigo. Lima Barreto: subcidadania, negação do Estado de Direito e Constitucionalismo Dirigente no Brasil. In: MOREIRA, Nelson Camatta Moreira; OLIVEIRA, Juliana Ferrari de. Direito & Literatura e os múltiplos horizontes de compreensão pela arte. Unijuí-RS: Editora Unijuí, 2015.

RIBEIRO, Renato Janine. Democracia versus república: a questão do desejo nas lutas sociais. Disponível em: . Acesso em 17.08.2012.

SADIN, Éric. L’humanité augmentée. L’adminitration numérique du monde. Paris: Échappée. 2013.

SADIN, Éric. La Vie Algorithmique. Critique de la raison numérique. Paris: Échappée. 2015.

SADIN, Éric. L’intelligence artificielle ou l’enjeu du siècle. Anatomie d’um antihumanisme radical. Paris: Échappée. 2018.

WARAT, Luis Alberto. Saber crítico e senso comum teórico dos juristas. Revista Sequência. Vol. 03. Nº 5. 1982, p. 48-57. https://periodicos.ufsc.br/index.php/sequencia/article/view/17121/15692. Acesso em: 5 nov. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.18759/rdgf.v20i3.1798

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Direitos e Garantias Fundamentais

Licença Creative Commons
Revista de Direitos e Garantias Fundamentais http://www.fdv.br/sisbib/index.php/direitosegarantias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.