[1]
H. Karam e A. A. da S. Espindola, “Constitucionalismo contemporâneo e constituição ficcional fundadora: o caráter construtivo e fictício das interpretações à luz da matriz direito-literatura”, Rev. Dir. e Garantias Fundamentais, vol. 20, nº 3, p. 67-90, dez. 2019.