[1]
D. Oitaven e A. S. Schürig, “Como abandonar o ninho romântico e voar: construindo uma cultura ironista de defesa dos direitos fundamentais”, Rev. Dir. e Garantias Fundamentais, vol. 20, nº 3, p. 249-276, dez. 2019.